Quantas vezes nos enganamos com relacionamentos? É uma pergunta que com certeza pode mexer com nossas cabeças. Sorrimos, enfrentamos problemas, choramos e até pensamos que é o fim, não o fim do namoro, noivado ou casamento, mas o fim de nossas vidas. Somos impulsionados a acreditar que apenas um amor incrível mudará significativamente nosso destino. A verdade é que preferimos jogar no colo do outro a responsabilidade de nos fazer feliz quando deveríamos entender que para encontrar a real felicidade é preciso antes de tudo, se ver feliz sozinho.

Estar com alguém que amamos é, sem dúvida, uma sensação mágica que jamais poderá ser explicada. Mas que tal começar a se olhar no espelho e repetir para si mesmo: “eu sou o cara! ”. Não importa se você é homem ou mulher, o que quero mesmo dizer é que você é capaz de conseguir tudo que almeja, que você pode e deve se sentir incrível antes de priorizar outra pessoa. Porque abaixo do amor de Deus, o mais importante dos amores, é o próprio.

Qual o seu sonho? Amor? Dinheiro? Entenda que você faz acontecer. Se desejar dinheiro, lute e trabalhe duro e a vida te recompensará. Se desejar amor, não corra atrás, ele surge quando não estamos procurando. Seja você a sorte que busca em todas as coisas. Tenha um grande sonho e um foco maior ainda.