Olá meus pupilos, depois de muito pensar sobre o que escrever aqui, neste nosso humilde diário virtual, resolvi listar, baseado em fatos reais (isso dá credibilidade haha), os momentos em que eu, você e até a vizinha bonita do 2º andar, fomos trouxas.

  • Quando você manda mensagem para o crush depois de séculos sem se falar e, para completar o momento trouxiane, ele nem visualiza: sério, que nunca fez isso? A gente vê que ele está pouco se importando se vamos ou não mandar aquela mensagem de “bom dia” (que quer dizer bem mais do que estamos sendo educadas (os) haha), mas teimamos e levamos um belíssimo vácuo.

 

  • Quando você acredita demais naquela amiguinha falsiane: OMG!! Tem gente que ama ser enganado (a) né? Nós algumas vezes somos ludibriados e nem percebemos isso, até que aquele serumaninho “amigo” minta pela 45º vez.

 

  • Quando perdoamos demais o mesmo erro: todo mundo tem o direito de se arrepender, mas com o arrependimento vem a mudança certo? Errado, você descobre isso depois de ter perdoado o mesmo erro milhares de vezes.

 

  • Quando achamos que aquele crush é diferente e pensamos: agora vai, né possível e não vai. Acabamos sendo enganados novamente e você finalmente percebe que nessa novela da vida real, você tem o papel de trouxa.

 

Ao final dessa listagem de trouximos, a mensagem que eu trago para vocês é: por mais difícil que pareça acreditar, todos já fomos trouxas alguma vez na vida e não devemos nos cobrar demais e ou ficar nos autojulgando por isso. Lembre-se: você é o responsável pela mudança.

P.S.: pessoal, não esqueçam que vocês podem me mandar e-mails com dúvidas sobre qualquer assunto no campo amoroso (não sou nenhum expert, mas farei o possível para ajudar) ou sugestão do tema que vocês querem que seja abordado nessa coluna.